GREVISTAS DA SAÚDE, EM MANIFESTAÇÃO POLÍTICA QUEBRAM NORMA DO SILÊNCIO HOSPITALAR.

75
GREVISTAS DA SAÚDE, EM MANIFESTAÇÃO POLÍTICA QUEBRAM NORMA DO SILÊNCIO HOSPITALAR.
GREVISTAS DA SAÚDE, EM MANIFESTAÇÃO POLÍTICA QUEBRAM NORMA DO SILÊNCIO HOSPITALAR.

GREVISTAS DA SAÚDE, EM MANIFESTAÇÃO POLÍTICA QUEBRAM NORMA DO SILÊNCIO HOSPITALAR: Insatisfeitos com a repercussão negativa de uma greve que sequer mereceu o apoio dos demais servidores municipais, dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores na Saúde- SINDSAÚDE extrapolaram o limite da racionalidade e agora, nesta terça-feira, 11, a noite estão com carro de som no pátio do Hospital Municipal “Antônio Ferraz”, quebrando uma norma básica que os verdadeiros profissionais da saúde procuram cultuar que é a preservação do silêncio hospitalar.

Já Leu? INVESTIGAÇÃO DO MP CONCLUI QUE NÃO HOUVE DINHEIRO PÚBLICO NO CARNAVAL DE 2018

A gestão Túlio Lemos atendeu três das quatro reivindicações dos sindicalistas que foram o pagamento do 13* Salário, realizado no dia 6 último, o pagamento do mês de janeiro, que está sendo feito amanhã e a avaliação para implantar o PCCR, enquanto o pedido de aumento salarial não poderá ser atendido por recomendação do Tribunal de Contas do Estado reiterado pelo Ministério Público, por conta de que o município se encontra com índice acima do Limite Prudencial.

GREVISTAS DA SAÚDE, EM MANIFESTAÇÃO POLÍTICA QUEBRAM NORMA DO SILÊNCIO HOSPITALAR.
GREVISTAS DA SAÚDE, EM MANIFESTAÇÃO POLÍTICA QUEBRAM NORMA DO SILÊNCIO HOSPITALAR.

Hoje, a secretária Sâmia Morais, da Saúde, encaminhou ofício ao Ministério Público relatando todos os acontecimentos que levaram “o prolongamento dessa greve sem consistência e transformado a um mero ato político”. Para a secretária de saúde, “atendemos tudo aquilo que foi possível, mas o movimento se tornou intransigente e até mesmo antiético no momento em que estão quebrando o silêncio do hospital, como estão fazendo agora a noite”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui