Conecte-se conosco
 

Curiosidades

Nuvem de gafanhotos desvia do Brasil e vai para o Uruguai

Publicados

em

Nuvem de gafanhotos desvia do Brasil e vai para o Uruguai

Nuvem de gafanhotos desvia do Brasil e vai para o Uruguai: A nuvem de gafanhotos que estava a caminho do Brasil, e deixou agricultores do Rio Grande do Sul em alerta, desviou para o Uruguai. E você sabia que o fenômeno não é raro? A Secretaria de Agricultura do RS monitora manifestações de nuvens de gafanhoto desde os anos 1940.

O Ministério da Agricultura divulgou nota, no começo da noite desta terça-feira, sobre a nuvem de gafanhotos que se desloca no território argentino. Conforme alertas, a nuvem pode chegar ao Rio Grande do Sul.
No texto, a pasta afirmou que, de acordo com monitoramento climático realizado pelos especialistas, “os insetos devem seguir em direção ao Uruguai”. No entanto, o país negou que a nuvem se desloque em direção ao seu território.

Nuvem de gafanhotos desvia do Brasil e vai para o Uruguai

Nuvem de gafanhotos desvia do Brasil e vai para o Uruguai

Conforme o periódico uruguaio El Observador, o Ministério da Agricultura do país também observa o fenômeno. Na opinião dos especialistas uruguaios, a nuvem deverá passar “à margem” do território, sem chegar de fato ao país.

 

A nuvem é monitorada desde o dia 28 de maio. A praga avançou da província argentina de Formosa, onde existem muitos produtores de mandioca, milho e cana de açúcar e do Chaco, até chegar finalmente à província de Santa Fé. A extensão da nuvem detectada pode chegar a dez quilômetros. O brasil continuará em estado de alerta.

 

 

COVID-19

O novo coronavírus – Covid-19 – não escolhe suas vítimas, todos estão sujeitos e suscetíveis ao contágio, por isso siga as orientações da OMS – Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde e proteja-se. FIQUE EM CASA!!!

Cuide-se para não se tornar mais uma vítima da Covid-19

Gostou do nosso poster? Então curta nossa pagina no Facebook e fique sempre bem informado: Blog Pendências News

Fonte: Correio do Povo

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending