Operação prende uma pessoa e encontra carga de R$ 250 mil sem nota fiscal em depósito no RN

212
Operação prende uma pessoa e encontra carga de R$ 250 mil sem nota fiscal em depósito no RN
Operação prende uma pessoa e encontra carga de R$ 250 mil sem nota fiscal em depósito no RN

Operação prende uma pessoa e encontra carga de R$ 250 mil sem nota fiscal em depósito no RN: Caso aconteceu nesta segunda-feira (10) em Nova Cruz, na região Agreste potiguar. Dono de estabelecimento foi preso por armazenar combustível irregularmente. Carga sem nota fiscal foi encontrada em depósito de Nova Cruz, no RN SET/Divulgação Uma operação da Polícia Civil e da Secretaria Estadual de Tributação prendeu uma pessoa por receptação e armazenamento inadequado de combustível e encontrou uma carga avaliada em R$ 249 mil, sem nota fiscal.

O caso aconteceu nesta segunda-feira (10) na cidade de Nova Cruz, região Agreste potiguar. Após uma denúncia de que havia movimentação de carga roubada na região, as autoridades chegaram a um depósito com dezenas de caixas de alimentos e outros itens de cesta básica sem notas fiscais. As mercadorias foram avaliadas em mais de R$ 249 mil e estavam armazenadas no estabelecimento, no bairro Santa Maria Gorete.

Operação prende uma pessoa e encontra carga de R$ 250 mil sem nota fiscal em depósito no RN
Operação prende uma pessoa e encontra carga de R$ 250 mil sem nota fiscal em depósito no RN


Além dos materiais sem nota, havia armazenados ilegalmente mais de 100 litros de combustível sem origem comprovada e acondicionados de forma inadequada, segundo a Polícia Civil, o que provocou a prisão em flagrante do dono do depósito. Multas A operação foi deflagrada após denúncias anônimas de depósito clandestino.

Já Leu? O Partido Verde continua firme como uma rocha

Em diligências, agentes e auditores fiscais da SET constataram que a empresa tinha Inscrição Estadual e, portanto não se tratava de um armazém clandestino. A empresa foi autuada e terá de pagar uma multa de R$ 37,3 mil além do ICMS, que está orçado em quase R$ 45 mil. Durante a vistoria as equipes verificaram que somente 27% dos itens tinham documentação fiscal.

Na maioria dos produtos, o imposto foi sonegado e todo o material armazenado equivalia a R$ 344 mil. Entre as mercadorias, havia massas, biscoitos, material de higiene pessoal, materiais de limpeza, temperos e até bebidas alcoólicas. A carga não foi apreendida e os responsáveis terão de pagar multa e o imposto sonegado, que totalizam R$ 94,9 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui