Pais estupram bebê de 7 meses no motel e o que vídeo mostra é assustador

1794
Pais estupram bebê de 7 meses no motel e o que vídeo mostra é assustador
Pais estupram bebê de 7 meses no motel e o que vídeo mostra é assustador


Pais estupram bebê de 7 meses no motel

Pais estupram bebê de 7 meses no motel e o que vídeo mostra é assustador: Alguns crimes assustam o país na forma como eles acontecem. Uma bebê, de apenas sete meses de idade, acabou sofrendo o pior abuso possível. Ela foi alvo dos próprios pais em um motel. Isso mesmo. O casal levou a bebê para ser abusada sexualmente em um motel da cidade de Manaus, capital do estado do Amazonas. Pais estupram bebê.

Funcionários do local foram quem chamaram a polícia. De acordo com informações de sites que cobriram esse evento, a polícia solicitou exames ao Instituto Médico Legal (IML) e foi confirmado que houve sim um abuso sexual da menor de idade.

Uma funcionária do hotel achou estranho quando começou a ouvir o choro de uma criança dentro da unidade.

Ela então tomou uma decisão que pode ter salvo a vida da criança. Notando que algo estava bem estranho, ela fez questão de fazer uma ligação que mudou o contexto do abuso. A polícia foi chamada ao motel e encontrou a menininha com o seu ânus completamente ferido. O casal também estava nu na cama. O homem seria estrangeiro e veio ao Brasil para o ‘Programa Mais Médicos’. Ele diz que é médico e que a menina é filha dele. A mulher confirmou.

O caso está sendo investigado pela delegada Juliana Tuma, que comanda uma delegacia que é especializada em Proteção à criança, deu detalhes sobre a cena do horror que ela e os seus policiais encontraram no motel. O grito do bebê foi o que mais assustou os funcionários, mas a violência registrada no corpo da criança foi notória.

Pais estupram bebê de 7 meses no motel e o que vídeo mostra é assustador
Pais estupram bebê de 7 meses no motel e o que vídeo mostra é assustador

Isso acabou causando muitas alterações na vida da menina. A delegada falou sobre os detalhes da ação em uma entrevista coletiva.

Mais tarde, o pai e a mãe da garota foram apresentados com os rostos tampados. Eles usavam uma espécie de touca ninja, a fim de que não fossem identificados. A polícia tentou preservar a imagem da dupla, que não teve o mesmo cuidado com a garotinha, que eles garantem ser filha deles. O assunto revoltou os moradores da região. Nas redes sociais, alguns pediram até a morte do casal. “Quem faz isso não merece viver”, disse um dos internautas que falou sobre o tema.

Multidão esquarteja e queima estuprador de menina de 10 anos

Os dois foram enviados a penitenciárias da região. As presas chegaram a receber a mulher com desconfiança. Na época, alguns sites chegaram a publicar que até mesmo motins foram feitos por conta da presença da abusadora no local.

Fonte: Massapê

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui